Resenha do livro: O Pequeno Príncipe

by - 3/18/2016 11:02:00 AM


Eu ganhei esse livro no meu aniversário de 21 anos, faz alguns meses que isso aconteceu. Confesso que nunca tinha lido, mas durante minhas férias comecei a ler e simplesmente mudou muito o meu pensamento sobre a valorização da minha vida e sobre o que penso no mundo.  
O livro foi escrito pelo escritor, ilustrador e aviador francês, Antoine de Saint-Exupéry, e teve sua primeira publicação em 9 de Abril de 1943, faz mais de 70 anos e ainda continua inspirando as pessoas em todo o mundo pelas suas frases lindas, como: "O essencial é invisível aos olhos, e só se vê bem com o coração."


O livro é curto e pode-se acabar de ler em um dia. O livro narra a história do pequeno príncipe que vive em um mundo sozinho, só com a presença de uma rosa, que é considerada única para ele. Com a solidão de viver sozinho, ele começa a viajar por outros mundos, um pertence a um rei onde não há pessoas para mandar, um matemático, entre muitos, ele encontra a terra, que ao conhecer um homem por lá, pede para ele desenhar para ele uma ovelha. 


Já leu o livro? Gostou? Comente!

You May Also Like

2 comentários

  1. Oláa, tudo bom??
    Gente, o que é esse livro? Não sei lidar... Tem muito amor envolvido. Se não me engano... Esse foi o primeiro livro que eu li, li de verdade sabe, sozinha e sem ser imposição da escola. Eu lia enquanto me exercitava na bicicleta aqui de casa (1 hora todo dia de bicicleta, tinha que me render algo bom né...). Foi uma fase linda da minha vida.
    Até hoje, esse livro é extremamente significativo e marcante para mim. Reler ele com 18 anos foi maravilhoso, pois tudo continuava tem significado, apenas mudava como, mesmo porque eu mudei bastante... E o livro, é como se tivesse acompanhado meu desenvolvimento, e isso é lindo de se pensar *-*
    Blog Seja Frugal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sarah, tudo bom e com você?
      Que incrível saber disso. Eu nunca tinha lido esse livro, apesar de já conhecer. Que bom que fez bem pra você, porque me fez muito bem também. :)

      Excluir